Dicas

5 dicas eficazes para cuidar dos joanetes (e aliviar a dor)

O cuidado do joanete envolve medidas para impedir a sua piora e evitar inflamações, pois ele acontece devido a um desvio dos dedos para o interior do pé, desalinhando os ossos e as articulações da região. Assim, é importante seguir algumas dicas como:

Utilizar palmilhas ortopédicas, ou talas, indicadas pelo ortopedista, para diminuir o contato do caçado com o joanete, diminuindo o peso sobre a região;
Evitar usar sapatos apertados, de salto ou de bico fino, pois deformam o pé e colocam tensão sobre o joanete, devendo-se preferir sapatos confortáveis que acomodem bem os pés;
Colocar um separador de dedos, entre o dedão e o segundo dedo, de preferência à noite, pois reposicionam os dedos da forma correta durante o sono e diminuem as dores e inflamações;
Utilizar chinelos dentro de casa, em vez de sapatos fechados, diminuindo o atrito sobre a região;
Fazer uma massagem no pé no final do dia, com óleo de amêndoas ou fazer um escalda pés com água morna, para diminuir as dores.
A pessoa com joanete também deve consultar um ortopedista para iniciar o tratamento mais adequado, e, além disso, pode ser indicada a realização de fisioterapia, 2 vezes por semana, que é muito útil para fazer alongamentos e reduzir a dor.

Exercícios para joanete e como cuidar dos pés
Exercícios para joanete
O exercícios para os pés são feitos sob orientação do fisioterapeuta, como forma de melhorar a flexibilidade e a força muscular dos pés, o que pode ajudar a realinhar as articulações e diminuir as dores causadas pelo joanete.

É recomendado que se procure fazer caminhadas com os pés descalços, como forma de ativar os sensores dos pés e relaxar a musculatura. Além disso, alguns exercícios que podem ser praticados incluem:

Exercício 1

Estender uma toalha no chão, e fazer movimentos para trazê-la para si apenas com os movimentos dos dedos dos pés, e repetir várias vezes.

Exercício 2

Fazer o movimento contrário do exercício anterior, tentando afastar a toalha apenas com os movimentos dos dedos, repetindo várias vezes;

Exercício 3

Sentar-se, esticar uma das pernas, levantando o pé, e fazer movimentos rotatórios com o dedão do pé, no sentido horário e anti-horário, repetindo o movimento por 15 vezes para cada lado. Em seguida, repetir com o pé contrário;

Exercício 4

Utilizar uma banda elástica para prender um dedão no outro, e fazer movimentos de abrir e fechar os dedos, ou de adução e abdução, trabalhando a força e flexibilidade. Repetir os movimentos cerca de 20 vezes por dia

Deixar um Comentário

Translate »
%d blogueiros gostam disto: